Mar Solidário

 

MAR SOLIDÁRIO 2019/2020

EU SOU UMA MISSÃO NA MINHA TERRA

 

Assumir a Caridade como princípio de vida cristã, no exercício concreto do amor ao próximo, mas também como dom e virtude filial e teologal” (PDP 2019|2020, Proposta 26, p.20).

 

O grupo Mar Solidário apoia os sem-abrigo, nesta fase, felizmente em número menor. Formam quatro equipas que, rotativamente, aos domingos à noite, vão encontro dos mais frágeis da Terra.

 

Atualmente, o grupo tem 10 membros. Querem evitar o tipo de assistência «telepizza» (entrega sem mais) e irão investir ainda na procura atenta de sem-abrigo na própria Senhora da Hora.

 

Pretendem articula rcom a Catequese, através dos coordenadores de cada ano,a colaboração de pais e catequizandos na oferta em géneros, tais como:águasalsichascompotas/manteigabolachas (tipo Maria), sacos plásticos com asas (tipo Continente), sacos plásticos transparentes (de fruta/legumes), meias/cuecas,ténis…Sentem falta sobretudo de roupa interior de qualidade e de sacos para levar os kit’s de apoio.

 

 

EQUIPA DE APOIO AOS IMIGRANTES

HABITANTES QUE AJUDAM A HABITAR

“Ser habitação de Deus é também responsabilizar-se por todos os que habitam a mesma casa coletiva, a Igreja; habitar em Deus ou deixar que o Pai habite em nós é empreendimento sempre a reequacionar, aperfeiçoar, embelezar, alargar, a ponto de gastar o melhor das nossas possibilidades e energias”(PDP 2019|2020, Pórtico, n.º 4).

 

No dia 16 de junho de 2019 reuniu-se pela primeira vez na nossa Paróquia um grupo de imigrantes, com o objetivo de partilharem vivências e experiências, num espírito fraterno de entreajuda. Com este grupo (cerca de 30 elementos) pretende-se sinalizar aos imigrantes que na Igreja não há estrangeiros e facilitar a sua integração na comunidade eclesial.   O 2.º encontro teve lugar a 20 de outubro e o próximo será a 17 de novembro. Foi sugerido que o grupo de imigrantes apresentasse na Solenidade da Epifania alguns traços culturais desta celebração nas suas terras de origem, sob o lema: “Cristo, Luz das Nações”.  Os encontros deverão ser mensais, aos domingos, às 17h00.  Coordena este grupo a Aline de Lemos Ribeiro, que é também de origem brasileira e tem experiência no acompanhamento de imigrantes.

 

 

 

Top

A Paróquia Senhora da Hora utiliza cookies para lhe garantir a melhor experiência enquanto utilizador. Ao continuar a navegar no site, concorda com a utilização destes cookies. Para saber mais sobre os cookies que usamos e como apagá-los, veja a nossa Política de Privacidade Política de Cookies.

  Eu aceito o uso de cookies deste website.
EU Cookie Directive plugin by www.channeldigital.co.uk