Neste dia de festa, o Senhor congrega-nos na sua casa! Hoje, dia do Senhor, esta família de Deus reúne-se para escutar a palavra da salvação e participar no Pão da Vida! Hoje,dia do Senhor, a Igreja celebra o memorial do Senhor ressuscitado, na esperança do domingo que não tem ocaso! Fixemos, pois, os olhos em Jesus, palavra visível do nosso Deus! Preparemo-nos, de coração limpo, para O ver e reconhecer no meio de nós!

Entramos no Tempo Comum. Mas não nos falta a alegria: a alegria do amor conjugal, a alegria da família, reunida em festa. Há alegria em abundância, precisamente ali onde se manifesta a presença de Cristo e o Seu amor nos alcança. E nós vivemos esta alegria, em cada domingo, no primeiro dia da semana, por causa da ressurreição de Jesus “ao terceiro dia”. E foi ao terceiro dia, que Jesus deu início aos Seus sinais, nas bodas de Caná, transformando a água das talhas da purificação em vinho novo da alegria messiânica. Este é também o 3.º dia da Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos.

Celebramos hoje a Festa do Batismo do Senhor, para abrirmos, em grande, a porta do Tempo Comum, em pleno Ano de Missão. Mais uma vez, Jesus não Se manifesta ao mundo de um modo aparatoso e extraordinário. Ele manifestou-Se, extremamente humilde, no Presépio de Belém. Ele passou 30 anos despercebido na família de Nazaré. Ele continua, agora, igual a Si mesmo, escondido entre o povo, por entre a fila dos pecadores. Desce às águas do Jordão e deixa-Se batizar por João. Com a Festa do Batismo, Jesus inicia a Sua vida pública e nós recordamos mais uma vez que, em virtude do Batismo, nos tornámos todos discípulos missionários. 

Hoje celebramos a Epifania do Senhor, a Sua manifestação a uns Magos vindos do Oriente, em busca do Salvador! Os Magos representam as pessoas dos quatro cantos da Terra, que andam à procura de Deus e são acolhidas na Sua casa. No Presépio, diante da presença de Jesus, já não há qualquer divisão de raça, língua e cultura: naquele Menino toda a humanidade encontra a sua unidade, a sua luz, a sua paz. Agora sim, com judeus e pagãos, o povo eleito e todos os povos da Terra, o Presépio torna-se lugar de encontro para todos. 

Ao iniciar, no colo da Santa Mãe de Deus, um novo ano de 2019, e neste Dia Mundial da Paz, deixai que vos dirija esta saudação evangélica: Paz a esta casaPaz a esta casa, à casa que é o teu coração, o coração de cada pessoa, de cada um de vós, de todos vós, que recebestes, em Cristo, a gloriosa liberdade dos filhos de Deus! Paz a esta casaà casa que é o lugar habitado por cada família, onde há irmãos e irmãs, diferentes uns dos outros e nem sempre de acordo, mas sempre unidos por um laço indissolúvel. Paz a esta casa, à casa que é esta nossa comunidade, que aprende da Santa Mãe de Deus, a ser sempre uma “casa para muitos e mãe para todos” (EG 288). Paz a esta Casaque é a nossa Terra, o nosso país, o nosso mundo, o planeta onde Deus nos pôs a morar e que devemos cuidar com solicitude. Eis, pois, os meus votos no início do novo ano: A paz esteja nesta casa!

Pág. 11 de 51
Top

A Paróquia Senhora da Hora utiliza cookies para lhe garantir a melhor experiência enquanto utilizador. Ao continuar a navegar no site, concorda com a utilização destes cookies. Para saber mais sobre os cookies que usamos e como apagá-los, veja a nossa Política de Privacidade Política de Cookies.

  Eu aceito o uso de cookies deste website.
EU Cookie Directive plugin by www.channeldigital.co.uk