Liturgia e Homilia no V Domingo Comum B 2018
Destaque

Do nascer ao pôr do sol, Jesus encontra tempo para rezar na sinagoga e em lugares desertos, tempo para ensinar na sinagoga e pelo caminho, tempo para curar na casa de Simão e à porta da cidade. Reunidos hoje à Sua volta, é a nós que Jesus quer pregar, é a nós que Jesus quer curar. É connosco que Ele quer rezar. 

Homilia no V Domingo Comum B 2018

1. Ai de mim, se não evangelizar (1 Cor 9,16), dizia Paulo, como se toda a sua vida se desmoronasse, se um dia viesse a arrefecer nele este ardor, esta paixão pelo Evangelho, pela Pessoa de Jesus Cristo, que deu à sua vida um novo horizonte e um rumo decisivo (cf. DCE 1)! Paulo faz-se e desfaz-se, dobra-se e desdobra-se, para que a alegria do Evangelho chegue a todos. Movido pelo amor de Cristo, Ele não se aguenta parado, perante a paixão e a urgência da missão.

2. E também nisto, Paulo segue os passos de Jesus. Deste Jesus que reza de manhãzinha, a sós e na sinagoga, que prega a Boa Nova, que cura muitas pessoas. Ele não cede à pressão dos que O procuram, mas sai às povoações vizinhas, a fim de pregar aí também. Não se deixa prender a nenhum lugar, mas sai continuamente em missão. Tal como Jesus, tal como Paulo, a Igreja existe em saída, existe para evangelizar. E evangelizar com a própria vida, em oração, em anúncio feliz, em gestos de misericórdia. É assim que Jesus faz: reza, prega e cura. Eis o tripé desta jornada de Jesus em Cafarnaum!

3. Ai de mim se não evangelizar (1 Cor 9,16).Mas… por onde começar? Comecemos por nos deixar evangelizar por Jesus. Ponhamo-nos no lugar dos galileus. Vejamos comoJesus prega e eles O escutam! Cada um de nós pergunte: Deixo que Jesus pregue para mim? Oiço Jesus? Ou prefiro ouvir qualquer outra coisa, talvez as bisbilhotices das pessoas?! É preciso ouvir a pregação de Jesus! Como posso hoje fazer isto? Em que canal televisivo me fala Jesus? Jesus fala-te no Evangelho! E este é um hábito que nós ainda não adquirimos: ir à procura da Palavra de Jesus, no Evangelho!E devemos habituar-nos. Ler um pequeno texto, para ver o que Ele diz. Meditar um pouco sobre o texto, para ver o que Ele me diz. Rezar e dizer ao Senhor, a partir do que Ele me diz a mim. É assim que Jesus me fala, comunicando, mediante o Evangelho, aquilo que me quer dizer. E hoje o Evangelho diário tanto está à mão, num pequenino livro de bolso, como a um simples clique no telemóvel. O que é preciso é lê-lo, meditá-lo, rezá-lo! Para que se torne Vida em mim. E aqui mesmo, na Eucaristia, quando se proclamam as leituras da Palavra de Deus é Cristo que nos fala. Escutamo-las com atenção? Para sermos anunciadores da Palavra, tornemo-nos ouvintes fiéis da Palavra!

4. Ai de mim se não evangelizar.Mas… por onde começar? Ponhamo-nos no lugar dos doentes da Galileia. Vejamos:Jesus cura-os e eles, uma vez curados, anunciam-n’O e servem os irmãos. Deixai então que Jesus vos cure. Todos nós temos lesões, feridas espirituais, pecados, inimizades, invejas; talvez até não cumprimentemos alguém: «Ah, fez-me isto ou aquilo, já não o saúdo!». Mas isto deve ser curado! «E como posso fazê-lo?». Reza e pede a Jesus que te cure. É triste quando, numa família, os irmãos não falam entre si, por causa de uma tolice; porque o Diabo pega num pormenor e arma uma tenda. O único que cura tais situações é Jesus. O melhor “espanta-espíritos” é a oração! Acreditai: quem canta seus males espanta. E quem reza e escuta, seus males enxuta!

5.Deixa então que Jesus te fale. Deixa que Jesus te cure! Assim, a partir da oração, poderás pregar e ensinar aos outros as palavras de Jesus, porque primeiro deixaste que Ele te falasse. E, uma vez curado por Ele, poderás ajudar a cicatrizar as feridas dos outros, movido pelo mesmo amor que recebeste.

No fundo é este o segredo da evangelização: o teu coração sabe que a vida não é a mesma coisa com Jesus ou sem Ele!“Pois bem, aquilo que descobriste, o que te ajuda a viver e te dá esperança, isso é o que deves comunicar aos outros” (EG 121). Ai de ti, se não evangelizares!

Top
Usamos cookies para garantir uma melhor navegação no site. Ao continuar a utilizar este site, está a dar o seu consentimento. Mais detalhes…