Tempo da Criação: de 1 de setembro a 4 de outubro
Destaque

O Tempo da Criação começa a 1 de setembro,

Dia Mundial de Oração pela Criação,

e termina no dia 4 de outubro,

Festa de São Francisco de Assis,

santo padroeiro da ecologia

estimado por tantas denominações cristãs.

Durante um mês de celebração,

os 2,2 biliões de cristãos do mundo unem-se

pelo cuidado da nossa casa comum.

O tema de 2020: «Jubileu pela terra:

Novos ritmos, nova esperança».

O Tempo da Criação é um tempo para renovar a nossa relação com o Criador e toda a criação através da celebração, da conversão e do compromisso conjunto.

 

Durante o Tempo da Criação, unimo-nos às nossas irmãs e irmãos da família ecuménica em oração e ação pela nossa casa comum.

 

O Patriarca Ecuménico Dimitrios I proclamou o 1 de setembro como dia de oração pela criação para os ortodoxos em 1989.

 

De facto, o ano litúrgico da Igreja Ortodoxa começa nesse dia com a comemoração do modo como Deus criou o mundo.

 

O Conselho Mundial de Igrejas foi chave para transformar esta iniciativa num Tempo, estendendo a celebração do dia 1 de setembro a 4 de outubro.

 

Seguindo Patriarca Ecuménico Dimitrios I e o CMI, os cristãos de todo o mundo abraçaram este Tempo como parte do seu calendário anual.

 

O Papa Francisco integrou oficialmente este Tempo na Igreja Católica Romana em 2015.

 

Nos últimos anos, declarações de líderes religiosos de todo o mundo também encorajaram os fiéis a dedicarem tempo para cuidar da criação durante este mês de celebração.

 

O Tempo começa a 1 de setembro, Dia Mundial de Oração pela Criação, e termina no dia 4 de outubro, Festa de São Francisco de Assis, santo padroeiro da ecologia estimado por tantas denominações cristãs.

 

Durante um mês de celebração, os 2,2 biliões de cristãos do mundo unem-se pelo cuidado da nossa casa comum.

 

O tema de 2020: «Jubileu pela terra: Novos ritmos, nova esperança»

 

 Todos os anos o Comité diretivo ecuménico sugere um tema para unificar as comunidades cristãs na celebração deste tempo.

 

Para o Tempo da Criação de 2020, o tema sugerido é: «Jubileu pela terra: Novos ritmos, nova esperança».

Neste ano, as crises que abalaram o mundo despertaram-nos para a necessidade urgente de curar as nossas relações com a criação e uns com os outros.

 

Durante a celebração deste ano, entramos num tempo de restauração e esperança, um jubileu pela terra que exige maneiras radicalmente novas de viver com a criação.

 

Os cristãos de todo o mundo vão aproveitar este período para renovarem a sua relação com o Criador e toda a criação através da celebração, da conversão e do compromisso.

 

O Tempo da Criação deste ano é um tempo para considerar a relação integral entre o descanso da terra e a maneira ecológica, económica, social e política de se viver.

Neste ano em particular, os amplos efeitos da pandemia global da COVID-19 revelaram a necessidade de sistemas sustentáveis e justos. Ansiamos pela imaginação ética que acompanha o Jubileu.

 

Como seguidores de Cristo em todo o mundo, compartilhamos o papel de guardiões da criação de Deus. Percebemos que nosso bem-estar está interligado com o bem-estar da criação.

 

Alegramo-nos com esta oportunidade de cuidar da nossa casa comum e das nossas irmãs e irmãos.

 

 

 

Top

A Paróquia Senhora da Hora utiliza cookies para lhe garantir a melhor experiência enquanto utilizador. Ao continuar a navegar no site, concorda com a utilização destes cookies. Para saber mais sobre os cookies que usamos e como apagá-los, veja a nossa Política de Privacidade Política de Cookies.

  Eu aceito o uso de cookies deste website.
EU Cookie Directive plugin by www.channeldigital.co.uk