Intenção da oração do Papa: fevereiro 2019
Destaque

Rezar pelas vítimas do tráfico de pessoas, da prostituição forçada e da violência

São milhões de pessoas que fogem diariamente das suas terras devido à guerra, à fome, às perseguições políticas, religiosas ou a situações de pobreza extrema, enfrentando abusos de todo o género. São notícia todos os dias. O que não é notícia são as organizações criminosas que lucram com isto, escravizando homens, mulheres e crianças, laboral ou sexualmente, usando-os para o comércio de órgãos, forçando-os a mendigar ou a cometer crimes.

É por estas pessoas, vítimas do “tráfico de pessoas, da prostituição forçada e da violência”, que o Papa pede, este mês, a nossa oração e ação. Em O Vídeo do Papa de fevereiro, Francisco recorda-nos que a escravatura "não é algo de outros tempos" e que "não podemos lavar as mãos se não quisermos ser, de certa forma, cúmplices destes crimes contra a humanidade".

No contexto da intenção do Santo Padre, a Rede Mundial de Oração associa-se à jornada mundial de oração e reflexão contra o tráfico de pessoas, que se realiza amanhã, dia 8 de fevereiro, organizada pela Talitha Kum, a Rede Internacional da Vida Consagrada contra o tráfico de pessoas, a secção Migrantes e Refugiados, do Dicastério para o Desenvolvimento Humano Integral, a Academia Pontifícia de Ciências, o Serviço Jesuíta aos Refugiados e o Apostolado do Mar.

A iniciativa, com o hashtag #JuntosContraOTráficoDePessoas, realiza-se amanhã, dia 8 de fevereiro, dia em que morreu Santa Josephina Bakhita, uma sudanesa que sofreu as dores da escravidão, mas acabou por conhecer, através das Irmãs Canossianas, o amor de Deus, a quem decidiu consagrar-se.

Um mundo diferente só pode ser construído por pessoas que não são indiferentes. O tráfico de pessoas e as atrocidades a que são sujeitas é um crime hediondo que não conhece fronteiras. Para muitos, ainda é uma realidade impercetível. Por isso, este mês, a Rede Mundial de Oração do Papa sugere que as paróquias e outras comunidades cristãs organizem um momento de oração pelas vítimas do tráfico de pessoas, da prostituição forçada e da violência, assim como um tempo de informação sobre esta questão, de modo a despertar consciências e a promover um acolhimento generoso destas pessoas. Contamos com a sua colaboração. Obrigado!

Top

A Paróquia Senhora da Hora utiliza cookies para lhe garantir a melhor experiência enquanto utilizador. Ao continuar a navegar no site, concorda com a utilização destes cookies. Para saber mais sobre os cookies que usamos e como apagá-los, veja a nossa Política de Privacidade Política de Cookies.

  Eu aceito o uso de cookies deste website.
EU Cookie Directive plugin by www.channeldigital.co.uk