A este Deus, primavera do Universo, ofereçamos o terreno do coração, para nos tornarmos “o verão do mundo”, que leva à maturação das sementes. Para que o outono chegue, lá para meados de setembro, carregado de frutos! 

“Vinde a Mim, todos os que andais cansados e oprimidos e Eu vos aliviarei”! Viemos até Ele, em resposta ao Seu convite! Sob o peso da nossa fragilidade, mas também na leveza da graça, que nos salva. Na alegria deste encontro com o Senhor, confiemo-nos, desde já, à Sua misericórdia. E em comunhão com a Igreja diocesana do Porto, confiemos à Sua bondade aqueles que vão ser/foram ordenados diáconos e presbíteros, neste domingo, na Sé do Porto.

"Vossa excelência acabou de entrar no local certo, na hora exata, no momento oportuno. Saiba que o lema desta casa é servir bem e bem servir dá saúde e faz sorrir”. 

Tende temor mas não tenhais medo! A Palavra de Deus vem despertar a nossa confiança no amor e no temor do Seu santo nome."Mesmo se o nosso coração nos acusar, Deus é maior que o nosso coração e conhece todas as coisas" (1 Jo3,20). 

Somos um povo e não uma multidão. Temos um nome e não um número. Somos queridos por Deus, chamados por Ele. Para ressuscitar no mundo o homem novo, aberto e próximo. O Senhor que nos chama e envia está connosco, neste dia de descanso, e vem ao encontro desta multidão fatigada e abatida para fazer de nós assembleia santa, povo sacerdotal. 

Pág. 3 de 23
Top
Usamos cookies para garantir uma melhor navegação no site. Ao continuar a utilizar este site, está a dar o seu consentimento. Mais detalhes…