Liturgia e Homilias no XXIII Domingo Comum A 2017
Destaque

Movidos pelo amor de Deus, dêmos o primeiro passo, no caminho ao encontro da comunidade, pois “onde dois ou três se reunirem em meu nome, Eu estarei no meio deles” (Mt 18,2o)Movidos pelo amor de Deus, dêmos o primeiro passo, no caminho da reconciliação: «Se o teu irmão te ofender, vai ter com ele. Se te escutar terás ganho o teu irmão» (Mt 18,15). Movidos pelo amor de Deus, dêmos o primeiro passo, no caminho da comunhão, reconhecendo que somos pecadores e precisamos de misericórdia.

Homilia no XXIII Domingo do Tempo Comum 2017

1.“Dêmos o primeiro passo”. Este é o lema da viagem do Papa à Colômbia. “É sempre preciso dar um primeiro passo para qualquer atividade e projeto”. Dar o primeiro passo, destaca o Papa Francisco, “encoraja-nos a sair ao encontro do outro e a estender a mão, dando um sinal de paz”.

2.Creio que esta mensagem, em perfeita sintonia com o Evangelho, desafia-nos, em tudo e sempre, a deixarmo-nos mover e comover pelo amor de Deus, e nunca pela indiferença ou pelo ressentimento destrutivos, pela ira ou pelo rancor, que só fazem mal e nos levam a insultar e a agredir.À comunidade cristã é pedido que saiba acompanhar quem erra, a fim de que não se perca. Para isso, antes de tudo, é necessário evitar a bisbilhotice da comunidade: «Vai e repreende-o a sós» (Mt 18,15). A atitude é de delicadeza, prudência, humildade e atenção àquele que cometeu uma culpa, evitando que as palavras possam ferir e até matar o irmão. Este modo de agir chama-se correção fraterna: ela não é uma reação, a quente ou a frio, à ofensa de que se foi vítima, mas é movida pela caridade, isto é, pelo amor de Deus ao irmão, que queremos de volta. Isso mesmo faz-nos dar menos importância à ofensa recebida e mais cuidado na cura da ferida aberta pelo pecado.Em tudo e sempre o que nos move não é a superioridade moral sobre o outro, porque somos pecadores como ele. O que nos move na correção fraterna é o regresso do irmão à verdade e a sua integração na comunidade. É sempre o amor de Deus, que nos move e comove, à correção, ao perdão e à reconciliação! Por isso, movidos pelo amor de Deus, e por mais nada, saibamos dar o primeiro passo, pé adiante, mão estendida!

3.Neste princípio do ano pastoral, o reiterado sentido da corresponsabilidade de todos na salvação de cada um, estende-se também à necessária humildade e coragem, para dar o primeiro passo, na disponibilidade generosa, para os diversos serviços e ministérios da comunidade, de que fazemos parte. Façamo-lo, sempre, segundo o lema pastoral para 2017/2018, “movidos pelo amor de Deus” (2 Cor 5,14), e nunca tocados pelo interesse pessoal ou em busca da afirmação de nós mesmos.

4.Em tudo e sempre é o amor de Deus que nos move e comove, que nos faz dar o primeiro passo, para sair de casa, entrar na Igreja e participar na alegria da comunidade reunida em nome de Jesus! Em tudo e sempre é o amor de Deus que nos move e comove, que nos faz quebrar o espelho que nos engana, e nos põe a olhar para fora e a sair ao encontro dos irmãos! Em tudo e sempre é o amor de Deus que nos move e comove, a dar o primeiro passo no serviço humilde da comunidade e da sua missão no mundo!

5.Faz falta quem dê uma hora ou duas por semana, para manter abertas as portas das nossas igrejas? Aqui estou eu! Faz falta quem favoreça a experiência feliz do encontro com Cristo, na Catequese? Aqui estou eu! Faz falta quem reforce e rejuvenesça o grupo dos que visitam os doentes e apoiam os pobres? Aqui estou eu! Faz falta quem torne a liturgia mais viva, no acolhimento, no canto, na proclamação da Palavra, no serviço do altar? Aqui estou eu! Faz falta quem se empenhe na animação festiva e cultural da comunidade? Aqui estou eu! Faz falta quem se ocupe da preparação dos casais e do acompanhamento das famílias? Aqui estou eu! Faz falta quem torne presente a vida da nossa paróquia, nos lugares, bairros e ruas da cidade? Aqui estou eu! Faz falta quem esteja na vida pública e política, animado pelo amor de Deus, no serviço desinteressado ao bem comum? Aqui estou eu!  

E então, ninguém se puxa à frente? Aqui estou eu! É sempre o amor de Deus, que nos move a dar o primeiro passo! Por que espero eu?!

Top
Usamos cookies para garantir uma melhor navegação no site. Ao continuar a utilizar este site, está a dar o seu consentimento. Mais detalhes…